Paranaense eleita presidente da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica


A conselheira Viviana de Mello Guzzo Lemke, coordenadora Câmara Técnica de Cardiologia do Conselho Regional de Medicina do Paraná, acaba de ser eleita presidente da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBHC). O mandato de dois anos terá início em janeiro de 2018, quando ela sucede na presidência ao Dr. Marcelo José de Carvalho Cantarelli, com atuação em São Paulo. Na atual gestão a Dra. Viviana ocupa a função de Diretora de Qualidade Profissional. O Dr. Marcelo Valladão Ferreira de Carvalho, de Ponta Grossa, representa o Paraná no Conselho Deliberativo e terá como sucessor o Dr. Alysson Moço Fadiga, de Curitiba.


A eleição para futura diretoria ocorreu no início de junho e foi homologada no último dia 21, precedendo a abertura do Congresso SBHCI 2017, que se estendeu até 23 no Centro de Convenções de Natal (RN) e contou com mais de 750 participantes. Na sessão de abertura do Congresso, foram homenageados profissionais brasileiros que fizeram a primeira angioplastia coronária no Brasil, como forma de marcar, este ano, os 40 anos deste procedimento feito no mundo. Um dos homenageados foi o professor emérito da Universidade de Pernambuco, Edgar Guimarães Victor, pioneiro em cardiologia intervencionista no Nordeste e também professor de vários profissionais hoje em várias partes do Brasil.


A conferência inaugural coube ao Prof. Marco Costa, presidente do Harrington Hunt and Vascular Institute University Hospitalar em Cleveland, EUA. Brasileiro com grande destaque na cardiologia intervencionista mundial, o profissional abordou técnicas a respeito das inovações cardiovasculares.


Sociedade e presidente eleita

Fundada em 1975, a instituição teve a sua primeira diretoria empossada no ano seguinte. Outro paranaense, o Dr. Ronaldo da Rocha Loures Bueno, dirigiu por dois mandatos (de 2002 a 2006) a Sociedade, que tem como missão desenvolver a cardiologia intervencionista, certificar a atuação profissional e representar os associados com qualidade, eficiência e alto valor agregado em prol da comunidade. De acordo com dados demográficos da SBHCI, atualmente são 1.048 sócios intervencionistas em todo o país, integrados a 506 hospitais. No Paraná, os profissionais somam 72, que estão em 45 instituições hospitalares.


A presidente eleita da Sociedade de Hemodinâmica é natural de Curitiba e graduou-se em 1987 pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Fez residência em Clínica Médica e Cardiologia e especialização em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, além de pós-graduação em Administração e Marketing. Iniciou mandato como conselheira do CRM-PR em 2013.

1 visualização